Projeto ‘Boteco Samba Clube’ promove roda de samba no Centro de Maricá

Shows vão acontecer em outros bairros da cidade e aulas de música devem começar em fevereiro

Compartilhe:

O Boteco Samba Clube deu a partida na tarde deste domingo (28/01) com uma roda de samba na Praça Orlando de Barros Pimentel, no Centro de Maricá. Sob o comando de Rafael Caçula, o evento de abertura levou muito samba de raiz e chorinho para o público presente, que permaneceu mesmo com a chuva que caiu no início da noite.

O projeto é uma iniciativa da Incubadora de Inovação Social em Cultura – cuja gestão é do Instituto de Ciência, Tecnologia e Inovação de Maricá (ICTIM) –, em parceria com a Secretaria de Cultura e o Instituto Brasil Social (IBS). Este foi o primeiro de uma série de outros shows que vai circular pela cidade a partir de fevereiro, para divulgar o projeto em toda a cidade.

Além das rodas de samba, o Boteco Samba Clube também inclui aulas de música inicialmente voltadas para este gênero. Serão ensinados instrumentos como violão, cavaquinho, percussão, saxofone, trompete e flauta, entre outros, além de teoria musical, sob a coordenação do próprio Rafael Caçula na casa que leva o seu nome, no bairro Pedreiras. As aulas têm previsão de início para o dia 20 de fevereiro e o calendário de inscrições deverá ser divulgado até o fim desta semana.

“Sou artista na cidade há muitos anos e, para mim, é um privilégio estar à frente desse projeto voltado para ensinar música no geral, mas especialmente o samba. Queremos também estimular e incentivar os compositores de Maricá através de concursos, numa segunda etapa. Vamos ter mais samba em toda a cidade depois do carnaval”, adiantou Caçula.

para os cursos e oficinas da Incubadora de Inovação Social em Cultura

para os cursos e oficinas da Incubadora de Inovação Social em Cultura