Incubadora de Inovação Social em Cultura inicia integração de corpo docente

Professores das áreas de cinema e game se reuniram, na manhã desta sexta-feira (31/3), para acolhimento e apresentação pedagógica

Compartilhe:

A Incubadora de Inovação Social em Cultura, projeto da Prefeitura de Maricá, realizado através do Instituto de Ciência, Tecnologia e Inovação de Maricá (ICTIM), em uma parceria com a Secretaria Municipal de Cultura e o Instituto Brasil Social (IBS), promoveu, na manhã desta sexta-feira (31/3), o acolhimento institucional e a integração do corpo docente dos 13 cursos profissionalizantes de cinema e game. As áreas, juntas, ofereceram 348 vagas. Cerca de 10 professores estiveram presentes no encontro que marca a última etapa antes do início das aulas, na próxima semana, e visa a aproximação dos professores e a criação de um ambiente mais dinâmico para troca e absorção de conhecimento, aprimorando o aprendizado dos desenvolvedores. O presidente do ICTIM, Carlos Senna, participou da reunião e aproveitou para reforçar a importância de ter, no município, um projeto pioneiro voltado para o desenvolvimento da cultura local e dos profissionais que vivem do setor cultural, pensando na construção da Maricá do futuro. “A ideia é que essas pessoas tenham capacidade de ter e de exportar esse intelecto para fora do município, transformando a cidade em um grande berço. Essa é a ideia que a gente está construindo. Vocês, professores, têm um papel muito importante nesse contexto, vocês vão nos ajudar a construir esse modelo”, disse Senna. Durante a apresentação, um ponto chamou a atenção dos presentes: a estrutura da sede da Incubadora de Inovação Social em Cultura. Projetada para o fomento de ideias, o espaço é composto por sala de games, estúdio de gravação, sala de edição, sala digital, sala de aula e um espaço interativo para a realização de coworking. “Toda a nossa estrutura é pensada para que as ideias e a criação e o próprio aprendizado possam circular de uma maneira vertical, em que todos possam ter acesso”, disse a gerente geral da Incubadora, Mariana Figueiredo. Rosa Bandeira, professora do curso de Direção de Artes, contou sobre a sua trajetória, de cerca de 30 anos, no mundo do cinema e os planos para as aulas: “Nas minhas aulas, os alunos vão viajar bastante, porque a arte não tem limite. É ilimitada, então vai depender da cabeça de cada um a sementinha que eu vou plantar lá. E no final eu vou colher essa arte”, disse ela. O instrutor do curso de Programação Blueprint, Jonas do Carmo, aproveitou para falar sobre o mercado de game e o que os desenvolvedores podem esperar do curso. “Os desenvolvedores podem esperar uma introdução ao mercado que mais vem crescendo nos últimos anos e que pouco se tem conhecimento no Brasil, além de uma infraestrutura única e pioneira na região”, ressaltou ele. As aulas dos cursos e oficinas da Incubadora de Inovação Social em Cultura terão início no dia 3/4 e a grade de horários depende do curso escolhido. O período de matrícula se estende até sábado (1/4), e para verificação da disponibilidade de vagas é preciso comparecer à sede da Incubadora, localizada à rua Álvares de Castro, nº 699, Centro, Maricá.

para os cursos e oficinas da Incubadora de Inovação Social em Cultura

para os cursos e oficinas da Incubadora de Inovação Social em Cultura