Dando asas à imaginação na oficina de Adereços da Folia

Atividade na Incubadora de Inovação Social em Cultura promoveu a imersão em ornamentação de itens do Carnaval

Compartilhe:

Enquanto as primeiras notas de samba começam a ecoar pelas ruas de Maricá, o projeto “Verão com Ciência e Cultura”, da Prefeitura de Maricá, ajuda na capacitação da população para o maior espetáculo da Terra. O evento, realizado pelo Instituto de Ciência, Tecnologia e Inovação de Maricá (ICTIM), promoveu, na Incubadora de Inovação Social em Cultura, a oficina de Adereços da Folia, voltada para o aprendizado de técnicas básicas de produção de ornamentos de Carnaval.

Ministrada por Rogério Brum, carnavalesco da escola de samba Império da Camisa Azul e Branco, a aula teve duração de quatro horas, na segunda-feira (8/1), e promoveu, de forma intimista, uma imersão no processo de criação de adereços. 

“Durante todo o processo, busquei desmistificar o universo que vivemos dentro de um barracão de escola de samba. Demonstrando técnicas que todos possam usar em suas atividades empreendedoras ou simplesmente para o seu uso pessoal”, reforçou o professor.

Ao fim da primeira atividade do “Verão com Ciência e Cultura”, na Incubadora de Inovação Social em Cultura, e com a aproximação do Carnaval, os aprendizados serviram de inspiração para que maricaenses possam trabalhar com o Carnaval e suas infinitas possibilidades.

“Eu trabalho com artesanato, já sou MEI, inclusive me interessei muito por essa oficina de aderecista, porque gosto muito de Carnaval e é uma coisa que me deixa muita à vontade dentro deste ramo. Nunca tinha ouvido falar em um curso de aderecista. Geralmente, acho que as pessoas aprendem trabalhando e, agora, com esse curso, tive a oportunidade, por isso estou aqui. Eu amei. O professor é maravilhoso e ensinou várias técnicas, além de dar uma atenção especial e ser um ambiente agradável”, disse Edna Paixão.

A aula ofereceu oportunidades para novos e antigos alunos da Incubadora. É o caso de Aldilene Moreira, presente no projeto desde o início, a desenvolvedora já fez os cursos de Assistente de Direção e de Cinema e Psicologia.

“Eu já sou cria da Incubadora. Gostei muito dos cursos, abriram um campo novo pra mim, um universo novo. Conheci a oficina de férias vendo na página da Incubadora e me interessei, porque sempre gostei de Carnaval e de fazer adereços. E tem o outro lado também, que é o empreendedorismo”, contou Aldilene.

No encontro, os participantes compartilharam não apenas o desejo de criar adereços únicos, mas também a oportunidade de mergulhar na cultura vibrante que permeia essa festa tradicional.

para os cursos e oficinas da Incubadora de Inovação Social em Cultura

para os cursos e oficinas da Incubadora de Inovação Social em Cultura